domingo, 8 de março de 2015

Qual seu desejo?

A Coca-Cola resolveu entra no ramo de distribuição de água engarrafada e como é comum em suas campanhas, criou um apelo comercial para o seu produto. A água mineral natural Crystal.
Uma garrafa mais leve, de fácil reciclagem. Um espetáculo de garrafinha!
Nas propagandas apareciam alguns personagens que após tomar a água, amassavam a garrafinha e diziam: “Qual seu desejo?”
O objetivo da campanha era atrelar a atitude de amassar a garrafinha a um amuleto de sorte. Algo como: Amasse e faça um desejo. E ele se realizará.
Algo como o famoso “ossinho de galinha”, com a vantagem de não ter que disputar seu desejo com ninguém. É só ir lá e comprar. Tomar a água. Amassar a garrafinha. E pronto!
Imagine a seguinte situação: Estudante cansada, em sala de aula. Quer tomar uma pouco de água e percebe que não tem uma garrafinha à mesa.
Resolveu sair para a lanchonete da faculdade e comprar a garrafinha de água Crystal com a ideia de beber a água e depois ir ao bebedouro encher a garrafinha. Voltar para a sala de aula e assim a situação anterior estaria resolvida.
Ao sentar para tomar a água, chega um “amigo”. Que embala a conversa. Claro! Garota linda tomando água sozinha... Precisa de uma companhia. Claro! E no caso a dele!
A conversa vai para as provas... Volta para a lanchonete... Vai para as baladas... Volta para as provas. E nessas idas e vindas da conversa. Ele percebe que a água da garrafinha está acabando. É só levar mais um pouco a conversa e voltar nas balatas e das baladas para o pessoal... A garrafinha e... Boa! O “Desejo”!
Ela termina de tomar a água, coloca a garrafinha do lado dela para deixar a mensagem de que precisaria da garrafinha para o propósito ao qual ele comprou a garrafinha. E nessa idade é complicado, grana pouca não é bem assim: Vou lá comprar outra para levar pra sala de aula!
Ele observa que a água acabou... Opa! É Agora! Pega a garrafinha e olhando para ela... Amassa a garrafinha, como na propaganda. Não deixando um espacinho sem amassar e pergunta: - Qual seu desejo!
- Te matar infeliz!
Bom... A conversa acabou indo para... Deixa para lá!

Fique à vontade para deixar seus comentários...
Muito Obrigado por ler Meu Blog e até me próximo texto!

Um comentário:

  1. Oi Adalberto!

    Trabalho para uma fábrica de garrafas, e pelo andar da carruagem (produção parada!) Acho que todo mundo esta re-utilizando sua garrafinha de água. E ai de quem amassar!!! kkkk

    Bjs

    ResponderExcluir