Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

Palavras jogadas ao vento

Às vezes você fala as coisas e não tem ideia de onde vai chegar ou se o interlocutor captou a mensagem ou não. E muitas vezes você esta conversando de maneira descompromissada ou mesmo endereçada, conversando diretamente com a pessoa e não sabe se a fala ou aquela conversar vai dar em alguma coisa. Às vezes falamos por falar. Eu mesmo quando vejo a oportunidade falar algo para um jovem e percebo que ele tem interesse na conversa procuro aconselhar nos pontos em que considero que se tivesse uma orientação quando na idade dele, talvez as coisas fossem melhores. É claro que não posso ser afirmativo nesse tipo de sentimento, afinal ninguém sabe se determinado acontecimento em determinado momento da vida faria ou não grandes diferenças. São inferências. E foi em uma dessas conversas que falei para um menino, que na época devia ter por volta de 13 anos de idade, sobre como fazer para cuidar do pouco que viria a ganhar. Em uma época que li os livros de Gustavo Cerbasi. Passados alguns anos, rece…