terça-feira, 10 de setembro de 2013

Experiências de vida

Saiba que nem todas as experiências que você adquirir ao longo de sua vida te servirão. Algumas delas te causarão problemas porque não deixarão você viver situações com a sensação do novo.
Elas lhe farão perder a emoção do novo e te causarão barreira para encarar o novo que se assemelha a algo que você já tenha vivido, ou melhor... Experimentado!
Por vezes elas muito lhe ajudarão, mas muito lhe atrapalharão. Você precisará encontrar o ponto onde se instala a sensatez... O meio... O meio termo.
Há um verso do inglês Samuel Coleridge onde se lê: "A experiência é uma lanterna na popa, que ilumina apenas as ondas que ficaram para trás".
As experiências no trabalho, nas negociações e em outros meios te ajudarão muito. Te protegerão e te livrarão de muitos situações desagradáveis... mas as experiências de vida... Essas são diferentes.
Experiências que partem do sentimento humano, as vividas como ser humano... Essas são diferentes, quanto mais você adquire, mais vai perdendo a inocência, o jeito criança de ser. Suas alegrias, suas brincadeiras espontâneas irão se perdendo.
Sua espontaneidade passará a ser baseada naquilo que você viverá, ou seja, uma espontaneidade não será espontânea, mas experimentada.
E não adiantará, por mais que você tentar ser “espontâneo”... Deixará o rastro das experiências vividas naquilo que você fará. E os que trilharão o seu caminho, saberão do que se trata... E não adiantará muito você dissimular.

“Não se pode criar experiência. É preciso passar por ela”.  
~ Albert Camus

Vou ficar por aqui... Fique à vontade para deixar seus comentários...
Muito Obrigado por ler Meu Blog e até me próximo texto!