segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Fé é algo que podemos ler na Bíblia sua definição. Mas é difícil vê-la mesmo em quem se define como religioso. Vê-la de maneira inquestionável.
Estamos acostumados a ver pessoas com fé. Sempre falamos algo como: “Fulano tem muita fé em Deus. Ciclano tem muita fé em Deus”. Mas será que tem mesmo?!!
É bom ter fé em Deus e crê que ele sabe disso, pois ele vigia nossos corações.
Quando a fé é racionalizada o ser humano dá um jeito de encurtar o caminho para dar uma “forcinha” pra Deus poder ajudar.
Isso acontece principalmente quando o problema para a pessoa é tão complicado que ela aceita encontrar um atalho ao invés de acreditar que Deus pode ajudá-la ou abençoá-la naquilo em que acredita ser impossível de receber a benção. De ter o problema solucionado.
Quando uma mãe sabe que sua filha ou filho namora com uma pessoa que é doente. Ela prefere pedir a Deus que tire a pessoa da vida dela ou dele a acreditar que Deus pode abençoar a pessoa e curá-lo.
Racionalizar é uma coisa muito comum nas pessoas. Pensar em coisas possíveis e impossíveis. E fazer uma medida entre elas. Acreditar em Deus de maneira racionalizada, acreditando que até determinado ponto Ele pode nos ajudar e a partir de determinado ponto é melhor arrumar um atalho para dar uma “ajudinha”. É o mais comum.
Se você racionalizar a fé, crendo que ela é um mecanismo que agrada a Deus, mas que pode ser medido ou intensificado comete uma erro, pois a fé não é assim. É simplesmente fé. Ou crê ou não crê. E não importa a religião.
Há muitas pessoas que não acreditam em fé pelo simples fato dela agredir a lógica. Fé é algo completamente ilógico, ou seja, impossível de racionalizar.
“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.” Hebreus 11:1
É um assunto um tanto quanto complexo para alguns e até por vezes aborrecedor e porque não dizer, chato para outros... Vou ficar por aqui...
Fique a vontade para deixar seus comentários...

Muito Obrigado por ler Meu Blog e até me próximo texto!


Nenhum comentário:

Postar um comentário