Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

A Escolha

Quando vejo um pessoa em dificuldades, seja ela qual for, me faço a seguinte pergunta: Porque será que a pessoa esta passando por tal situação. Há situações em que a resposta esta aparente e insistir em pergunta é tolice. No entanto a situações em a pergunta faz um convite a racionalização da situação. Insisto em dizer que a vida não precisa ser um ciclo repetitivo de situações difíceis, ou seja, se seus pais tiveram uma vida difícil... Eu acredito e posso garantir que você não precisa seguir pelo mesmo caminho. Você tem a opção da escolha. E para que isso aconteça você precisa pensar, desejar e obviamente trabalhar para que seu esforço se torne realidade e possa conduzi-lo ao que você sonhou para você. Se você acreditar em Deus tenha por certo que vai mais ajudar do que atrapalhar. Não é porque você vê em seus pais e antepassados coisas ruins, ou seja lá o que for de ruim que você não goste, que isso tem que acontecer com você. Ciclos bons todos querem e alguns... Nem pensar em mudar! Tá…

Tem coisas que só acontece uma única vez...

Há situações que acontecem na vida das pessoas que dariam um bom filme. Os filmes são feitos a partir de algo que o autor: Viveu, ouviu, leu ou imaginou. Não há outra forma de isso acontecer. Me lembro do nosso grande escritor baiano Jorge Amado que disse certa vez em uma entrevista: Não sei contar uma história. Minha mulher senta com os netos e conta uma história que eu mesmo ouço com imenso prazer. Zélia inventa. Já eu sou incapaz. O enredo – ou a história dos meus livros – decorre dos personagens. Porque os personagens é que os fazem. Nunca sei, hoje, o que vai acontecer no dia de amanhã com a história. Os personagens é que vão construindo a história aos poucos. Um personagem que coloco ali, por uma necessidade técnica, por um detalhe, de repente vive e cresce. A história decorre dos personagens. É uma coisa vivida, em vez de ser inventada. Nunca penso em termos de história. Penso, sim, em figuras, em ambientes e em como será a arquitetura da narrativa. Busco encontrar o começo. Por…

A fábula dos porcos assados

Existem situações em nossas vidas que são inusitadas e única. Temos a sensação de que já vivemos ela, mas temos certeza que nunca havia vivido antes. Que papo estranho, não?! Pois é ... Não faz muito tempo vi uma situação que parecia a “Fábula dos Porcos Assados”. A fábula é muito interessante e traz alguns ensinamentos e principalmente alguns endereçamentos profissionais. Essa fábula esta alastrada pela internet, mas é muito interessante. "A Fábula dos porcos assados" dizem ter sido uma adaptação de texto traduzido por L. Gualazzi, de um artigo publicado em JUICIO A LA ESCUELA, Cirigliano, Forcade Tilich, Editorial Humanista, Buenos Aires, 1976. Foi utilizado em encontros de capacitação dos dirigentes de escolas públicas por ocasião da implantação dos Guias Curriculares no Estado de São Paulo. Mas se isso é verdade eu não posso afirmar. Veja que interessante... A fábula dos porcos assados Certa vez, aconteceu um incêndio num bosque. Os porcos que ali viviam foram assados pelo fo…

08 de abril de 2162 11:00h

08 de Abril de 2162. Olegado do Pré-Sal. Continuação... Saindo pelas ruas procurando entender o que aconteceu com a mais paulista das avenidas, peguei meu carro e sai em direção a Avenida Paulista. Tentando chegar ao meu destino, tudo nas proximidades interditadas pelas autoridades, não deixavam as pessoas passarem, pois alguns prédios estavam parcialmente destruídos e correndo risco de desabamento. Várias ambulâncias, médicos, paramédicos e voluntários por todos os lados. Uma visão da destruição sem precedentes. Um Verdadeiro Caos. Pessoas chorando. Pessoas desesperadas e tentando ajudar segundo suas condições. Oportunistas da maldade aproveitando as condições horríveis pra roubar as pessoas que já não mais entre os vivos, aguardando por remoção. Como se dignidade fosse algo que poderíamos cobrar desse tipo de besta humana. Muitos carros abandonados nas ruas por não terem condições de sair. Já totalmente devastadas. Repórteres e pessoas com seus celulares gravando aquelas cenas horríveis.…