Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Você não entende... mas é assim por aqui.

Tem coisas nessa vida que você vai viver anos e nunca vai entender porquê elas são da maneira que são. Uma dessas coisas são os famosos usos e costumes do povo brasileiro.
Veja que interessante o mecanismo de devolução de carrinho de carga que muitos condomínios tem por aqui em São Paulo. E este mecanismo, não depende da região onde a pessoa mora, já o vi na ZL na ZN... É interessante...
A maioria dos condomínios tem os carrinhos para levar as compras para os apartamentos... Carrinhos de compras.
O mecanismo funciona da seguinte maneira: Cada apartamento tem uma chave e na chave tem o número do apartamento. Quando você chega com as compras, vai até o local, onde na maioria das vezes é  próximo aos elevadores. Para você usar o carrinho é necessário destravar e para isso usa a chave que tem o número do seu apartamento. Detalhe... A chave fica presa no local. Só assim o carrinho é liberado. Quando você terminar de usar o carrinho... Devolve no local e retira a chave.
Agora se por acaso... Vo…

Somos a sociedade que condena as coisas a Invisibilidade

Eu gosto de ler e tenho certeza que você que esta lendo este texto também deve gostar. Algumas vezes começamos a ler algumas histórias e durante a leitura vamos criando uma expectativa que nem sempre no final do texto se confirma. E algumas vezes começamos a ler o texto sem muitas pretenções e somos superendidos com uma daquelas histórias que fazem sua alma chorar e te levam a uma profunda reflexão.

Pois bem... Foi isso que aconteceu com a história que vou transcrever abaixo... Uma história tão gostosa que pedi ao autor Daniel Moreto Silvestre (Dan) autorização para publicar aqui no blog. Recebi através do Google Plus por compartilhamento de Rafael XE
Tenho certeza que você vai gostar... Vamos ao texto na integra:
Somos a sociedade que condena as coisas a Invisibilidade Meio comprido mas acredito que vale a pena ler
Sem mentiras, isso aconteceu comigo. Faz pouco mais de 1 ano, mas resolvi compartilhar com vocês. Estava no ABC Paulista visitando uns tios e queria ir para o centro de São Pa…

Família

Respeitar é o mais importante... Quero ver você convencer aqueles que não acreditam nisso...
Você pode pensar o que quiser e defender qualquer posição religiosa ou social. Não importa o seu nível de rebeldia para aceitar ou não fato. Algumas coisas sempre transcenderam ao seu entendimento por que elas foram feitas não para serem questionadas mas para serem aceitas. Não importa o mecanismo usado para fazer seu questionamento. Se social através de pesquisas nas ruas ou grupo sociais... Ou científico nos laboratórios com milhares e milhares de dólares.
São coisas que fazem parte de uma mecanismo que fustiga de maneira contundente a mente daqueles que questionam "Por que é assim?" ou “Como pode ser assim?”.
Tente contrarias o texto usando o contexto que desejar... "O Ser Humano somente se multiplica dentro de uma relação familiar através de uma relação heterossexual".
Senão gostou do "Relação familiar" dentro do texto? Lembre-se que o ser humano ao nascer... Não nasce…

O Dono da Bola

Você se lembra do dono da bola? Bom... Você que jogou bola na vila ou na quadra do bairro quando criança... Lembra?!
Quando eu era criança, era uma época em que nem todos os pais podiam comprar para suas crianças uma bola de futebol. Era muito comum ver uma bola improvisada com meias velhas e a famosa cabeça de boneca.
Eu era criança e não me pergunte porquê? Não dava pra compra uma bola. Eu simplesmente não sei. Mas garanto que devia ser muito caro. Só alguns poucos felizardos tinha uma bola de verdade. E era uma bola de plástico. Uma bola de capotão, de couro... coisa raríssima. Era um conto de fadas para garotos como eu que morava na vila.
O dono da bola era exatamente... O garoto que tinha a bola. Pra você jogar, ele tinha que jogar. Sem ele jogar... Nada de futebol. E não sei se por um capricho da situação... O dono da bola era ruim de bola pra caramba!
Ninguém queria ele no time, mas como o cara era “O Dono da Bola” não tinha jeito... E tinha um detalhe... Se ele fosse escolhido por úl…

Ecologicamente corretos a 50 anos atrás

Não faz muito tempo, quando começou a veicular as chamadas da Rio+20, comentei com um amigo sobre como as coisas eram quando nós eramos crianças. Que o leite vinha em uma garrafa de vidro com uma tampinha de alumínio e que tinha que lavar a garrafa pra devolver e pegar outro. Pensei em colocar essa história no Blog.
Não passou muito tempo, meu amigo Bruno Patrussi, me enviou um e-mail falando exatamente sobre uma senhora que vai ao supermercado e é interpelada pelo funcionário do caixa... Veja que interessante...
Na fila do supermercado, o caixa diz uma senhora idosa:
- A senhora deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não são amigáveis ao meio ambiente.
A senhora pediu desculpas e disse:
- Não havia essa onda verde no meu tempo.
O empregado respondeu:
- Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração não se preocupou o suficiente com nosso meio ambiente. - Você está certo - responde a velha senhora - nossa geração não se preocup…