sábado, 12 de maio de 2012

Um dia Jorge anda a pé


Conversando com minha mãe...
Aquela conversa gostosa que temos quando sentamos a mesa e comentamos das coisas que passamos pra chegar até onde chegamos...
E em meio as nossas conversas minha mãe soltou essa “Um dia o cavalo morre e o Jorge anda a pé”... Eu rachei de rir e fiquei sem entender o que ela quis dizer com essa frase e passei a pensar sobre isso.
Perguntei a ela o significado. Então disse: “Quando um filho depende muitos dos pais, alguém que depende muito de outra pessoa... Acreditando que tudo é eterno que sempre poderá viver nessa situação. Um dia os pais se vão ou a pessoa a qual depende perde a condição de sustentabilidade... ai é a hora do Jorge andar a pé”.
Isso me deixou tão pensativo que desde o dia em que ela falou até hoje... Fique pensando em como escrever sobre esse assunto.
Não sei se foi o acaso, a necessidade ou se sempre fui assim mesmo... mas eu acredito que a pessoa deve ser por si mesma. Não significa que deve viver só, alias vamos deixar claro que solidão é pra mim a última opção. Gosto da solicitude, a opção de ficar só pra escrever um texto... para ler um livro... até mesmo para navegar na net... Não estou dizendo que você deve viver só sem ninguém que você é auto-suficiente e  não precisa de ninguém... Nada disso!
Mas é muito importante você procurar desenvolver uma base para você se sustentar física e emocionalmente... E procurar ensinar seus filhos, sobrinhos... aqueles que dependem de você hoje, que eles são por eles mesmos e que precisam aprender a ser independentes... Não sei se foi exatamente isso que minha mãe quis me passar... mas foi o que entendi!
Mas ainda hoje quando lembro dela falando a frase dou muita risada... Rssss.
Muito Obrigado por ler Meu... Nosso Blog e até me próximo texto!

Um comentário:

  1. Sua mãe deve ter se baseado no dito popular que diz: "Enquanto houver cavalo, São Jorge não anda a pé". É uma referência à lenda do guerreiro Jorge que matou à cavalo um dragão para salvar a filha do rei da região onde morava e depois casou-se com ela.

    ResponderExcluir