quarta-feira, 9 de maio de 2012

Parábola da sogra


Uma das coisas gostosas de escrever no blog é ver a receptividade das pessoas quando escrevo um texto que cai no gosto dos leitores. Então gera comentários, discussão e algumas vezes comentários desagradáveis... Do meu ponto de vista o importante é comentar, pois se comentou, seja positivamente ou negativamente, Leu! E é exatamente o objetivo de quem escreve... saber que foi lido.
Acontece por vezes de receber e-mails sugerindo colocá-los no blog, o que acho bem legal, pois isso dá ao Blog a característica de “Nosso Blog”. E quando não, durante o almoço ou na academia amigos e amigas me trazem sugestões sobre temas. Este texto que escrevi é uma adaptação de uma história que a Sandra me contou na academia. Espero que ela goste e que você também.

Parábola da sogra
Um homem estressa com o fato da sogra estar morando com ele, decide procurar um psicologo para ajudá-lo na questão. Já não aguentando mais e vendo que seu casamento estavam em vias de terminar, por conta da presença da sogra, decidiu então fazer um consulta com um psicologo para conversar sobre o problema.
Chegando no consultória...
- Doutor... Não aguento mais minha sogra morando em casa. Então vim até aqui pedir ajuda, pois já estou entrando em conflito com minha esposa. Minha sogra bagunça minha casa e fica se entrometendo em tudo que faço. É uma peste!
O psicólogo olhou para o homem e disse...
Olha... Vamos fazer o seguinte... Isso com certeza vai te ajudar. Compre um porco e coloque na sala da sua casa. E volte daqui uma semana.
Saindo o homem do consultório, comprou o porco e feito... Levou pra casa. Não completou uma semana do feito, o homem desesperado voltou para o consultório.
- Doutor!!! O bendito do  porco esta destruindo minha casa... Além do cheiro insuportável, dos gases e da bagunça generalizada... Ele rói tudo! É um porcoo mesmo!
O psicologo olhou para o homem e disse...
Bom... Desta vez não vai falhar... Sua sogra vai sair. Tire o porco e compre uma vaca. Coloque uma vaca na sua sala. E volte daqui a uma semana.
O homem achou estranho, mas com um sorriso sarcástico e acreditando no médico... Substitui o porco pela vaca.
Desta vez não chegou nem na metade da semana e o homem voltou ao consultório desesperado... Gritando com o médico.
- Doutor!!! A vaca esta fazendo cada “panela” na minha sala que esta horrível. Não tem espaço pra nada e quando ela se movimenta sai quebrando tudo na minha casa. Esta situação esta insuportável!!! Horrível isso!
O psicologo olhou para o homem e disse...
Faz o seguinte... Tire a vaca. De uma boa limpada na sua casa... Não vamos colocar nenhum animal... Sua sogra fica. Volta daqui uma semana.
Desta vez completou a semana e o homem voltou.
O médico então perguntou:
- O senhor esta bem?
- Sim  doutor. Respondeu o homem.
- E sua sogra? Esta bem?
- Sim esta bem... Até me ajudou a limpar a casa! Esta tudo tranquilo.
- Então... Percebeu que você não tinha problema algum?! Tudo é questão de ponto de vista... Nem sempre os problemas existem, mas fazermos questão de criá-los e sofre com eles.

Espero que você tenha gostado do texto.
Muito Obrigado por ler Meu... Nosso Blog e até me próximo texto!

2 comentários:

  1. É isso aí amigo, mandou bem!
    O fato é: inventamos problemas e enquanto não aparece outro, aquele parece indissolúvel,mas, é só mudar o foco que o problema desaparece e tudo fica bem.
    Nós somos os grandes problemas de nossas vidas!

    ResponderExcluir
  2. E isso mesmo. Pior é quando VOCÊ tenta fazer alguém enxergar o óbvio (a inexistência de problema)e essa pessoa prefere continuar a "ver coisas".

    ResponderExcluir