sexta-feira, 9 de março de 2012

Pessoas Deuteronômio 28:1-14


Pode até ser que eu esteja errado e que as pessoas já nascem assim. Mas estou inclirnado a acreditar que não é bem assim.
Tem pessoas que são tão ... Tão diferentes...  que só conseguem prestar atenção em si mesma. Se a sua presença ou conversa não trás nada que ela tenha interesse esta perdendo seu tempo.
Pessoas assim, quando melhores as suas condições financeiras e sociais, mais ostras vão se tornando. Do meu ponto de vista, podemos dizer que são verdadeiros “altistas voluntários”. Se fecham em seu mundo e seus interesses. Estou inclinado a acreditar que temos muitas pessoas com esta características no mundo...
Assim também encontramos pessoas que são encantadoras. Não há cansaço em sua fala, não há desanimo no seu caminhar. Estão sempre dispostas a sair e buscar algo que alegra ou possa alegrar. São pessoas que tem um brilho tão intenso que de lembrar delas... Sua alma já se alegra.
São pessoas que conseguem dar atenção à coisas tão simples, como prestar atenção em você quando você fala. À coisas complexas como a leitura de uma tese de doutorado sobre a importância das interligações neurais e o desenvolvimento do cérebro. (Bom... Este último eu meio que inventei para simbolizar algo complexo...). E fazem isso de maneira quase natural...
Pessoas que controlam o seu tempo e são capazes de passar a noite em claro apenas para lhe agradar, para lhe fazer companhia. E sentem prazer em fazer isso...
Elas são capazes de alongar o dia e aumentar a noite apenas por alegria e por entusiasmo.
São pessoas que vivem dentro da primeira parte de Deuteronômio 28:1-14... São bençãos e alegrias. Mas encontraremos aquelas que não tem jeito é Deuteronômio 28:15... até 28:68... Fala Sério!
Vou encerrar dizendo uma coisa: Se encontrar alguém Deuteronômio 28:1-14... Se alegre com ela!
Obrigado por ler Meu Blog e até meu próximo texto!

Um comentário: