Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Paciência

Este é um texto de Arnaldo Jabor do qual certamente você já viu o título e não quiz ler por falta deeee Paciência. Dúvido você não se encaixe em uma das linhas abaixo... Já vi minha filha se encaixar perfeitamente no “moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais”... Rssss Vamos ao texto... Tenha paciência e leia que você vai gostar. Paciência Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados... Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. Por muito pouco a madame que parece uma "lady" solta palavrões e berros que lembram as antigas "trabalhadoras do cais"...    E o bem comportado executivo? O "cavalheiro" se transforma numa "besta selvagem" no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar... Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido…

Propaganda do GRAACC

Ouvindo o rádio a caminho do trabalho, mas especificamente na Rádio Bandeirantes que aqui em São Paulo fica sintonizada em FM 90,9... Ouvi uma propagando com Reynaldo Gianecchini onde ele falava sobre o GRAAC na campanha “Dê destino certo do seu imposto de renda”. Foi quando pensei em escrever este texto... Sou contribuinte do GRAACC a muitos anos. Recebo mensalmente um boleto bancário através do qual faço minha contribuição. E sempre que tem a Campanha do McDia Feliz recebo em casa um boleto, que pagando recebo os tickets que devem ser usados no dia da campanha. Sempre compro! Não vou negar... Gosto dessa “porcaria” de McDonalds. E aproveito para levar mais gente comigo no dia da campanha. Certa vez fui a portaria para pegar correspondência e por acaso eram encartes do GRAACC. Quando a Celinha que fica na portaria estava me entregando... Olhando para a correspondência me falou: - Você sabia que a filha do James fez todo o tratamento no GRAACC? Eles fizeram todo o tratamento da filha del…

Parábolas do Semeador

Eu gosto de praticar esportes e devido a esse gosto a academia é um local que frequento sempre. Não faz muito tempo estava correndo na esteira e uma senhora que a chamo por irmã, por sua postura sempre conciliadora e de fala mansa. Um olhar que tenta penetrar no entendimento do ser humano. Aquele tipo de pessoa que conversa com você e parece não querer perder as palavras. Não sei qual foi o princípio da conversa e ela começou a falar que é professora em curso para gestantes carentes. Falava ela da preocupação que tinha em ajudar aquelas mulheres e fazer elas entenderem o quanto era importante o curso. Eu da minha posição, ouvindo minha voz interior, eis que ouvi: “Fale a ela sobre a Parábolas do Semeador! Que ela use estas parábolas ao final do curso”. Foi que fiz. Ela me disse: Eu uso esta parábolas no começo do curso e vou ao longo do curso lembrando-as sobre as sementes. E para mim se uma delas aprender ou aceitar o aprendizado já valeu! Aquilo me aguçou a curiosidade então iniciei minh…

Pessoas Deuteronômio 28:1-14

Pode até ser que eu esteja errado e que as pessoas já nascem assim. Mas estou inclirnado a acreditar que não é bem assim. Tem pessoas que são tão ... Tão diferentes...  que só conseguem prestar atenção em si mesma. Se a sua presença ou conversa não trás nada que ela tenha interesse esta perdendo seu tempo. Pessoas assim, quando melhores as suas condições financeiras e sociais, mais ostras vão se tornando. Do meu ponto de vista, podemos dizer que são verdadeiros “altistas voluntários”. Se fecham em seu mundo e seus interesses. Estou inclinado a acreditar que temos muitas pessoas com esta características no mundo... Assim também encontramos pessoas que são encantadoras. Não há cansaço em sua fala, não há desanimo no seu caminhar. Estão sempre dispostas a sair e buscar algo que alegra ou possa alegrar. São pessoas que tem um brilho tão intenso que de lembrar delas... Sua alma já se alegra. São pessoas que conseguem dar atenção à coisas tão simples, como prestar atenção em você quando você f…

Mulheres... Espiãs de Deus disfarçadas entre nós

Esse texto é de Luís Fernando Veríssimo. Tive a paciência de verificar o quão esta alastrado merecidamente pela internet, afinal é um texto fantástico e muito lindo. Já temos vários deles espalhado e vou aproveitar pra deixar esta marca no Blog, até por sugestão da Sandra, afinal foi ela quem me enviou e aproveito pra deixar como Homenagem ao Dia das Mulheres que seja assim todos os dias.
Espiãs de Deus Certo dia parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: Elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós. Pare para refletir sobre o sexto-sentido. Alguém duvida de que ele exista? E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você? E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar o relacionamento? E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar um avião pra São …