Pular para o conteúdo principal

Tudo a sua volta muda...


Tudo a sua volta muda e faz tempo que isso acontece... Independente de você observar ou não... Isso esta acontecendo e vai continuar a acontecer.
A diferença do tempo passado, do presente e certamente de hoje para o futuro... é que a velocidade com que as coisas mudam é fantasticamente impressionante. E de acordo com os estudos que fazemos a respeito das mudanças isso certamente vai continuar acontecendo.
Começamos com um celular que era uma verdadeira bateria ambulante e hoje temos celulares com tamanhos minúsculos.
O desenvolvimento de software começou com meses para fazer um único programa, hoje temos softwares para fazer softwares que com algumas especificações, com o perdão da palavra, vomitam códigos... E em alguns minutos... pronto! Você já tem os esboço de um produto, quando não... Um produto final.
E assim... É tudo a nossa volta mudando o tempo todo. Mas e em relação a nós: Ser Humano ?!
Nós não aprendemos a ser pessoas melhores como fazemos com nossos aparatos tecnológicos e todo esse conjunto tecnológico que nos rodeiam. Não desenvolvemos nosso sentimento de compaixão e amor pelo próximo como se desenvolve um iPhone “N”,  um Sansung Galaxy “N” ou mesmo uma automóvel que de tão inteligente alguns chegam a acreditar que dá pra conversar com ele... Como Bugatti Veyron Super Sport...
Amor incondicional esse sentimento que é raro em alguns seres humanos e alguns chegam a menos prezá-lo como já li em alguns murais no facebook.
O desenvolvimento tecnológico que admiro tanto (não posso negar que sou fascinado por esses brinquedos) só tem feito com que o ser humano se torne cada vez mais arrogante e exibicionista em sua grande maioria. Entre comprar um novo dispositivo tecnológico e gastar o dinheiro em um ato de caridade assistencialista... Muitos nem vão lembrar que existe isso: Caridade.
Embora isso aconteça, não posso negar que muitos tem usado a tecnologia como meio para alcançar outras pessoas a ajudá-las.
Mas quem dera pudéssemos utilizar estes mesmos conceitos de engenharia reentrante que permitem a engenharia criar novas formas de engenharia. Pudesse ser utilizado em relação a nós humanos e assim evoluiríamos rapidamente tanto quanto os produtos que nós rodeiam.
Tornar-se um ser humano melhor é uma escolha individual. Fazer uma sociedade melhor é uma escolha coletiva.
Fico por aqui... Fique a vontade para comentar.
Obrigado por ler Meu Blog e até meu próximo texto!


Comentários

  1. Na minha humilde opinião, este foi seu melhor texto já publicado neste blog. Você está mudando e sempre evoluindo para melhor. Um grande abraço amigo Adalberto.

    ResponderExcluir
  2. Adalba,

    Adorei a comparação eu também gostaria que o ser humano em geral evoluísse na mesma velocidade que a tecnologia, mas felizmente ou infelizmente nosso bit ou byte a que chamamos de GENE, leva alguns milhares ou milhões de anos para se modificar ao ponto de nos tornarmos outro ser humano, melhor ou pior, fora isso nos resta o aprendizado ou seja melhorar nosso software atual, e acredito que fazendo uma comparação com os séculos e décadas anteriores, estamos evoluindo ou atualizando muito rapidamente nosso sistema, você lembra que a poucas décadas atrás falar sobre alguns "tabus" como feitiçaria, racismo, homossexualismo, e etc era algo que poderia levar a pessoa a morte, pois bem hoje em dia eu acredito que isso ainda deva acontecer, em alguns lugares desse planeta, mas não com a mesma frequência e intensidade como naquela época.

    Resumindo estamos evoluindo como pessoas e como sociedade mas não na velocidade da nossa tecnologia.
    Especulando quem sabe o que irá acontecer quando criarmos o primeiro Andróide tão inteligente ou mais que o próprio ser humano?
    - Será que, criaremos um exterminador do futuro?
    - Ou, seremos baterias de uma MATRIX?
    - Ou ainda, criaremos um mundo muito melhor para vivermos?
    Essas e outras respostas só o tempo nos dirá!

    Abraços e parabéns pelo excelente tema.

    Bruno José Patrussi

    ResponderExcluir
  3. Puxa Adalba, o povo gostou deste tema.
    Realmente é um tema que dá conversa p vários dias quiçá meses!
    Acredito que o ser humano é como vinho, com o passar do tempo, cs bons, melhoram e os ruins, azedam, ou seja, Existem pessoas que se negam a evoluir e mudar, acreditam que a única verdade é a delas e continuam com aquele pensamento tacanho e provinciano, porém,e felizmente, muitos evoluem e se tornam mais humildes. ´
    Se existe algo extremamente difícil de exercer, é a humildade! E só a partir da humildade é que conseguimos o tal do amor incondicional!
    Cara, como é difícil! E aquele que diz: "eu sou humilde", já deixou de ser, pq o humilde, não faz propaganda de si mesmo.
    Pessoas que tem uma humildade mais acentuada, são as melhores, pois conseguem "se esquecer", para pensar no outro, e a partir daí, se doar mais, e ser menos egoista!
    A tecnologia evoluiu muito e continua evoluindo, mas uma coisa é certa, ela nunca evoluirá a ponto de dar um abraço caloroso e um beijo carinhoso, pq isso é coisa de ser humano!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você não gosta de ser fotografado.

Não poderia deixar de escrever esse texto... É mais um registro para pequenas coisas que acontecem em nossas vidas que merecem um registro para posteridade, ainda mais que temos tantas e tantas formas de manter nossas vidas registradas e compartilhadas. Oscar Niemeyer viveu 104 anos e faltando 10 dias para completar seus 105o. Aniversário, veio a falecer e deixou a seguinte mensagem: “... Porque eu acho que a vida é assim. A gente tem que separar as coisas. A vida é chorar e rir a vida inteira. Aproveitar os momentos de tranqüilidade e brincar um pouco. Depois, os outros é aguentar. A vida é um sopro né?”. Antigamente tirar uma fotografia era coisa tão cara que as fotografias eram póstumas. Essas fotos se chamavam Post Mortem. A foto era tirada da pessoa morta como se estive viva. Eles vestiam o morto e colocava em uma posição, como se estive vivo e fotografavam. Com o passar dos anos e a evolução tecnológica qualquer celular básico tem uma câmera. E os smartphones tem capacidade de tira…

Você sabe o que é miopia de alto grau? Fale como o Ramiro Diz.

Tenho um amigo que trabalha comigo que usa óculos desde de os sete anos de idade. Como ele morou  em Portugal... Seus parentes são portugueses.. Oras pois!

Ramiro Diz pá! é o nome do gagio!


Hoje, ele usa 22,0 graus de miopia. Me contou que usa óculos desde os 7 anos de idade. Seu grau de miopia nesta idade já chegava aos 12 graus.

Quando foi ao oftamologista pela primeira vez, este receitou inicialmente um grau abaixo do que ele usava para que se acostumasse com o óculos. Um pouco de psicologia infantil para ajudar o menino a enxergar e brincar.

Eu também sou miope, uso 4 graus de miope em ambos os olhos, comecei a usar óculos aos 18 anos  de idade, mas nestes números o Ramiro saiu na frente disparado logo ao 7 anos de idade... 12 graus! é muita coisa!

Mas graças a tecnologia podemos enxerga com tranquilidade, usando um belo e estiloso de um par óculos.

Hoje óculos é item de moda, tem muitas pessoas que usam a armação apenas como adereço... Isso mesmo! Usam o óculos sem grau! Só pra f…

MATANDO UM LEÃO POR DIA...

Eu gosto de escrever meu próprios artigos, mas algumas vezes recebemos alguns emails que trazem consigo uma lição de vida tão interessante, que alguns que recebo, passei a colocá-los no Blog. 
Eu estava na casa da Minha Elaine, quando ela começou a ler o texto em voz alta, estando ela sentada no chão na sala. Não posso negar que ela me conhece bem, tenho certeza que ela o fez sabendo que isso iria me chamar a atenção. Pensei... Por traz deste texto tem algo interessante. Assim que ela terminou o texto, falei: Manda pra mim por favor?
Bom... Veja o texto na integra...

MATANDO UM LEÃO POR DIA ... Em vez de matar um leão por dia, aprenda a amar o seu. Por Pierre Schurmann
Outro dia, tive o privilégio de fazer algo que adoro: fui almoçar com um amigo, hoje chegando perto de seus 70 anos. Gosto disso. São raras as chances que temos de escutar suas histórias e absorver um pouco de sabedoria das pessoas que já passaram por grandes experiências nesta vida.
Depois de um almoço longo, no qual falamos…