terça-feira, 29 de novembro de 2011

Evolução Humana – Questões intrigantes


Em "Evolução Humana– Quem é seu pai? Quem é sua mãe?" escrevi sobre algumas possibilidades de combinações para fecundação “in vitro”. Depois em "Evolução Humana –Confusões genéticas" escrevi uma ficção fazendo referência aos possíveis problemas que isso poderá vir a trazer...
Achei esse tema tão intrigante que vou escrever mais sobre ele... Bem... Vamos lá!
Existem vários aspectos a serem abordados e discutidos sobre esse tema. E tenho certeza que já devem esta as voltas em discussão ao redor do mundo científico já a alguns anos, afinal esse tema não é tão novo. Com certeza vamos encontrar uma gama muito grande de temas para monografias, dissertações e teses. Principalmente por estar ligado ao ser humano. O ser social e sua relações interpessoais, ou seja, no contexto social. O ser humano no contexto psicológico e mesmo religioso.
Algumas perguntas me faço e estendo elas a você que esta lendo isso agora:
Como você se sentiria, ao tomar conhecimento de que você nasceu por meio de um processo chamado “adoção embrionária” e foi gerado em uma "barriga de aluguel"?
Ou seja, você nasceu ou você é um produto que seus pais desejaram tanto quanto um animalzinho de estimação? Peguei pesado agora... Não? Mas tente deixar de lado as emoções e faça um exercício racional da situação...
Não seria mas fácil e menos doloroso emocionalmente, saber que você é um filho adotivo e mais ainda, se desejar, pode ir buscar sua origem, saber quem são de fato seus pais?
Não, Não e Não. Tudo isso pra dizer que de fato... Como Ser Humano nenhuma dessas questões tem ou terão importância.
Na verdade, podemos considerar tudo isso secundário, ante ao simples fato de você ser um ser humano esclarecido e amado pelo que significa ao seus pais que te cria, educa e ama. Como ser social, suas contribuições a sociedade, poderão ser muito maiores que o simples fato de saber sua origem biológica. Do meu ponto de vista sua origem biológica se acerca mais a você, como indivíduo, o interesse é mais restrito a sua individualidade que a sociedade.
Sem falar que um processo como esse “adoção embrionária”, somado a “barriga de aluguel” deve custar muito caro e se você nasceu nessas condições, pode se considerar um felizardo... E senão conseguir se ver feliz é no mínimo ingratidão.

Afinal você sabe quanto custar ter um Bebê? Quanto que ele ou vai custar ao longo da sua vida? Tem coisas que o dinheiro não compra. 
Muito Obrigado por ler Meu Blog e até meu próximo texto!

sábado, 26 de novembro de 2011

Evolução Humana – Confusões genéticas


Se você esta lendo este texto e não leu o texto “Evolução Humana – Quem é seu pai? Quem é sua mãe?”... Recomendo que o faça. Você vai achar interessante... Caetaniano... Ou não!
No texto recomendado a leitura no parágrafo anterior, finalizei com o que chamei de “adoção fetal”. Pesquisei  e encontrei outro termo chamado adoção embrionária.  Não sou médico, nem bioquímico, não estou ligado a área de pesquisas ou saúde... Sou um cidadão comum que faz perguntas... “E se”.
Agora vamos a mais uma reflexão e levá-la a ficção...
Considere que sua mãe ou seu pai seja fértil, isso significa quê para você nascer, será necessário um gameta masculino ou feminino. Este pode ser obtido no banco (esperma ou óvulo). Seus pais considerando o problema um tanto quando sensível demais para levá-lo a família, consideram que devem resolver isso entre eles. Principalmente por conta daquelas piadas besta que familiares fazer sobre o assunto e eles não conseguem se abrir para discutir o tema por vergonha. Questão de honra!
Para simplificar a idéia, seu pai é quem é o infértil na história, sem maldades... apenas para simplificar. A fecundação invitro é feita e pronto: Você nasceu.
Por algum motivo, o qual não cabe discutir aqui, o médico ou o bioquímico, em resumo a pessoa responsável por fazer a fecundação invitro, pega o gameta de uma outra espécie humana diferente... O termo “Raça Humana” esta em desuso, mas é exatamente esse o sentido adotado aqui. As espécies humanas são dividas em três grupos: caucasianos, negroides e mongolóides.
Considerando que sua familia seja missigenada entre negróides e caucasianos, tipo o café com leite... E o profissional fecunda um gameta mongolóide... Asiático.
Toda família feliz que você nasceu...  Mal colocam o pé pra fora da maternidade, começam os comentários: Não sei não... esse menino esta diferente...
Com o passar dos meses, a diferença vai se acentuando. Como seus pais não comentaram nem entre família que o caso foi fecundação invitro com gameta de terceiros... (rindo muitooo mesmo)... Já imaginou uma situação dessa?  Complicou!
Vou ficar por aqui e deixa você imaginar onde essa história vai chegar... Rsss
Obrigado por ler Meu Blog e até meu próximo texto!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Evolução Humana – Quem é seu pai? Quem é sua mãe?


Conduzir a uma reflexão onde todo o contéudo não seja interpretado como preconceito ou qualquer adjetivo que se qualifique como ignorância é o que vou tentar fazer neste texto.
O que me motivou a escrever este texto foi uma conversa com Minha Elaine que adora novelas e não posso negar que assisto com ela, muito embora eu não seja um apaixonado por novelas, acho algumas cenas surreais e alguns temas abordados de maneira tão absurda que algumas vezes nos colocam a margem da ignorância.
Bom voltando... Tem um caso de adoção fetal, se é que esse é o termo usado. Quando uma mulher deseja uma gravidez, mas não tem óvulos para isso e nem o marido tem esperma. E para resolver o problema adotam um filho em laboratório através da fecundação invitro, usando de óvulo e esperma de terceiros pegos no banco, ou seja, ela realiza o sonho de gerar uma criança adotada.
Bom... Vamos as perguntas...
1a. Quem são seus pais?
Quando alguém lhe faz uma pergunta como essa, você sistematicamente pensa em seus pais inevitavelmente e a imagem deles vem a sua mente. Considerando que vocês os conheça ou os tenha conhecido e convivido com eles. Estou considerando tudo dentro  daquilo que a sociedade considera “normal”.
2a . Quem são seus pais biológicos?
Bom... dentro do que é considerado “normal”... a resposta seria a mesma: Meu pai e minha mãe.

Vamos agora as reflexões....
Considere que sua mãe não tem óvulos, logo naturalmente, sem a intervenção da ciência, ela não poderá ser mãe. No entanto seu pai pode ter filhos normalmente pois, ele é fertil. Sua mãe tem irmãs que são férteis. Ela conversa com a irmã e em comum acordo com todos, seus pais e tios, a sua tia doa um óvulo a sua mãe. Que é fecundado em laboratório com o esperma de seu pai é colocado para gestação no útero da sua mãe e... Você nasce. Pronto!
Considerando que você conheça todo o processo. Faço a você a 1a pergunta.  Sua resposta será obvia, seu pai e a sua mãe são os que estão criando você.
Mas vamos a 2a pergunta. Bom aqui a coisa ficou diferente. Veja: A sua tia, irmã da sua mãe e doadora do óvulo, é a sua mãe biológica e a sua mãe é na verdade sua tia e seu pai é seu pai de fato, tanto biológico como social. Logo, os seus primos que são filhos da sua tia que fez a doação do óvulo são seus irmãos por parte de mãe. No entanto, ao fazer um teste de DNA, você é filho legítimo dos seus pais sociais, afinal foi sua tia, irmã da sua mãe a doadora do óvulo.
Se invertermos a questão, ou seja, se seu pai pegar o esperma do irmão... Ao invés de sua mãe pegar o óvulo da irmã... As resposta serão as mesmas dentro dos contextos de masculino e feminino. 
Agora vamos avançar mais um pouco... considere que nem seu pai, nem sua mãe são férteis, no entanto, tanto sua mãe tem irmã fértil, quanto seu pai ter irmão fértil. Para que a situação fique em família, seu pai pede o esperma do irmão e sua mãe, o óvulo de da irmã... Feito! Você nasce!
Para a 1a  pergunta a resposta será obvia sempre: Seu pai e mãe são os que estão criando você. É uma resposta de cunho social.
Agora veja que para a 2a pergunta, aqui já ficou complicado. Sua mãe biológica é sua tia e seu pai biológico é seu tio, logo os filhos do seu tio são seus irmãos por parte de pai e os filhos da sua tia, são seus irmãos por parte de mãe. Se os gametas foram doados por uma casal, considerando casamento de irmãos e irmãs... os filhos de seus tios serão seus irmãos... biológicos. No entanto, em um exame de DNA, seus pais sociais serão considerados seus pais biológicos também... Percebeu?! Complicado não?!
Agora só mais uma... Considerando a reflexão anterior, ou seja, nem sua mãe, nem seu pai são férteis, no entanto, consideram o problema muito chato para ser levando a família e resolvem adotar um embrião, tal qual a questão no terceiro parágrafo deste texto, o evento motivador destas reflexões... E você nasce!
Como dito.. para a 1ª questão a resposta será sempre a mesma... Até aqui tudo bem. Agora vamos tentar responder a 2ª questão... hummmm... Acho que ficou complicadíssimo. Você nunca saberá quem são seus pais biológicos e tentar encontrá-los é algo mais complicado ainda.
E para te ajudar em uma exame de DNA para verificar o grau de parentesco biológico com os parentes de seus pais... será negativo.  Ou seja, você nasceu por amor ou por pura vaidade de seu pai e sua mãe.
Vou abortar outras possibilidades em outro texto.
Obrigado por ler Meu Blog e até meu próximo texto.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Como funciona o Treinamento a distância


Como disse em De Ensinoa distância para Treinamento a distância, li na revista Contra Relógio, uma revista especializada em corridas, a matéria “Treinamento à distância Funciona?”. Esta materia esta na secção “Tudo em Cima” e foi escrita por André Savazoni. A edição da revista é a de No.215 de Agosto 2011.
Embora todo o conteúdo da Revista seja bem claro, mostrando os prós e os contras e vários outras informações interessantes. Nada como conversar com quem faz esse tipo de treinamento, ou seja, “Treinamento a distância”.
Flávio José, um triatleta amador com um currículo respeitado na prática do esporte fez um resumo de como funciona esse tipo de treinamento.  Veja como é isso nas próprias palavras do atleta:
“Fala Fera, vamos lá!
Treinamento a distância se resume a receber uma planilha com todos os treinos detalhados e o atleta seguir no local e horário que o atleta definir.
É valido lembrar que para se fazer um treinamento a distância o atleta deve ter uma base  e ter feito um treinamento presencial com o treinador para aprender as técnicas padrões. Sem antes ter feito isso o atleta poder treinar de maneira incorreta e sofrer até mesmo lesões, ser ter um ganho em performance ao longo do tempo.
Algumas Vantagens :
1. Treino feito em qualquer lugar e horário.
2. Menor custo.
3. Treino pode ser adaptado por email ou telefone, pois não há a necessidade da presença do técnico.
Algumas Desvantagens :
1. Treina na maioria das vezes sozinho.
2. Não ter infraestrutura nas provas quando a Assessoria esta muito distante e não tem representante na prova que o atleta tem em seu calendário.
3. Custo com ligação para conversar com o técnico quando necessário.
No meu caso que trabalho com tecnologia e tenho uma agenda conturbada durante toda a semana, o treinamento a distância foi a solução pois encaixo meus treinos entres minhas atividades com trabalho e família , sem que nenhum dos pilares sejam afetados e eu consiga ter bons resultados em minhas competições.
É isso ai Brother ... espero que isso possa contribuir com o que precisa.
Keep TRI”
Contribuiu e muito... Muito Obrigado Meu Brother Flávio José.
Então agora é com você! Bora lá!?!
Obrigado por ler Meu Blog e até meu próximo texto.