quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A Criança e o Vaso


Uma criança colocou a mãozinha dentro de um vaso raríssimo e veio ter com sua mãe dizendo que não consegui tirar a mãozinha do vaso.

A mãe ficou preocupada com a situação e tentou tirar a mãozinha da criança e sem obter sucesso, chamou pelo pai.

O pai olhando para a situação entrou em desepero e pensou: Vamos levá-lo ao médico, vamos a um hospital.
Chegando no hospital os médicos e enfermeiros tentaram tirar a mão da criancinha do vaso.
A criança a esta altura completamente assustada, ficava olhando para os pais tentando entender o que estava acontecendo porque não conseguiam tirar a mãozinha dela do vaso.
Quando um enfermeiro falou: Bom... Infelizmente... Reconheço o esforço feito para não quebrarmos o vaso, mas não vai ter jeito... Vamos ter que quebrá-lo.
Levaram a criança para uma mesa, estenderam o bracinho dela e posicionaram o vaso para quebrá-lo.
A criança começou a chorar, pois tudo aquilo estava assustando-a muito.
Nisso entrou o médico com um martelo em uma das mãos. O menino entrou em pânico.
Quando o médico ergueu o martelo... a mãe gritou:
- Espera... Espera!
- Filho?! Você esta segurando alguma coisa?
- Estou sim mamãe... é uma moedinha.
- Filho, larga a moedinha e tente tirar a mãozinha.
A criança soltou a moeda e a mãozinha saiu do vaso.

Esta história foi contada pelo Pr. Dayan Alencar  da ADBR no culto de quarta-feira. Como achei a história dele muito trágica, fiz algumas adaptações para ficar mais gostosa de ler.
Minha Elaine ficou olhando pra mim com uma cara de quem não estava entendendo a complexidade do problema, pois a solução seria simples: Só quebrar o vaso!
Claro que ela disse isso antes de saber a solução. Enquanto falava com ela me lembrei do texto que postei onde tem várias histórias com uma moral ao final. “Moral da História”.
Se fosse atribuir uma moral para esta história seria a moral da história "O problema é Sério" onde se lê: “Muitas vezes o problema é sério, mas a solução pode ser muito simples. Há uma grande diferença entre o foco no problema e foco na solução”.
Mas esta história foi contada pelo Pr. Dayan no culto para mostrar que muitas vezes acreditamos que nossos problemas são imensos e esperamos por um milagre super-sobrenatural. E DEUS tem uma solução muito simples para o nosso problema. Devemos agradecer e crer em pequenos milagres para nós preparar para os grandes milagres. 
Espero que você tenha gostado.
Obrigado por ler  Meu Blog.
Até meu próximo texto!

4 comentários:

  1. Muito legal a história!
    Se esta mãe tivesse tido a idéia de abrir a mão da criança no primeiro momento, teria dado nota dez p/ ela, porém, levar o filho ao hospital por conta de um vaso? Muito materialista!
    Que se foda o vaso, quero meu filho ileso, não pensaria duas vezes, quebraria o vaso sem pensar muito!
    Primeiro deixou o filho extremamente assustado e com medo p/ depois resolver um problema tão fácil!
    Garrei um ódio destes pais!

    ResponderExcluir
  2. Calma Profê... Calma... Passou!
    É só uma historia de ficção ilustrativa... rsss

    ResponderExcluir
  3. Amigo Adalba, estava e estou tão calma que escrevi " garrei um ódio", porém, se estivesse nervosa e com raiva, sabes bem o que eu escreveria. Talvez teria que ser vetado! hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Muito bom texto Adalba ... Uma frase que ouvi há muitos anos do pai do Pastor Dayan. "A questão não são os problemas. Problemas todos têm. A questão é como resolvê-los."

    ResponderExcluir