domingo, 21 de agosto de 2011

Teoria da Autossustentação Alimentar


Estou trabalhando a pouco tempo com o Kledson Basso e conversando... Ele falou dessa Teoria... A Teoria da Autossustentação Alimentar.
Segundo ele, essa teoria é de sua própria autoria.
Leia a tentativa de reprodução do que ele falou:
- Se conseguissemos criar algo em que o ser humano ou qualquer coisa possa se alimentar de si mesmo, tal qual a cobra de ouroboros, vamos revolucionar a forma de vida. Vamos revolucionar o planeta.
Acrescentou ao comentário:
- Você já viu uma cobra de ouroboro?
É uma serpente que come o próprio rabo, ou seja, por ela comer a si mesma, não precisa de alimento além dela mesma, pois é capaz de auto alimentar-se.
Imagine isso expandido para qualquer outra forma de vida, não apenas o ser humano.
É uma teoria interessante, mas que gerou uma discussão onde alguns ficaram... Indignados... Surpresos... Resumindo deixou muitas polémicas em aberto.
Eu mesmo olhei para o auto e pensei:
- SENHOR esta vendo onde o livre arbítrio nos levar?! Estão aqui do meu lado questionando sua obra.
Eu sinceramente me esforcei pra imaginar com seria esse o princípio básico desta tal teoria. Pensei que seria um sistema reentrante.
Procurei no dicionário e:
re.en.tran.te
adj m+f (de reentrar) Que reentra; que forma reentrância; que forma ângulo ou curva para dentro. Antôn: saliente.
A palavra parece não ter se encaixado na teoria.
Como a imaginação do ser humano não tem limites... Eu sinceramente imaginei um ser humano tirando um bife do seu braço e se servindo a si mesmo (O português errado foi colocado de propósito antes que você me corrija...rsss). Nossa que nojento... não?!!
Agora tente usar a imaginação para fazer um churrasco com base nessa teoria?!! Rsss.. Melhor nem pensar! é quase um filme de terror!!
Fique a vontade para deixar seus comentários... Se conseguir... rsss
Muito Obrigado por ler Meu Blog!
Até meu próximo texto! 

4 comentários:

  1. Autosustentação Alimentar
    por Kledson Basso

    Já imaginou um Sistema onde o combustível para geração de energia fosse produzido pelo próprio consumidor sem necessidade de intervenção ou utilização de qualquer recurso externo?

    Inclua a esse sistema a capacidade infinita de produção de combustível e como consequência tenha a 4ª. Ou 5ª. Revolução Mundial.

    Revolucionário? Inovador? Futurístico? Diabólico? Cinematográfico? Filosófico? Melancólico? Genial? Talvez nenhum destes adjetivos consiga descrever esse novo modelo de sistema energético.

    Estenda este princípio de consumo de combustível ao ser humano e elimine a necessidade de alimentos. Estenda às máquinas e elimine o consumo de energia elétrica. Estenda a natureza e elimine a tabela periódica.
    Quem sabe um dia a cobra de Ouroboro empresta seus serviços a sociedade e aos Sistemas.

    ResponderExcluir
  2. Adalba,

    Dei boa risadas, com o assunto, porêm ele existe não de acordo com essa teoria, mas seguindo o principio de Viver de Luz (http://www.eusouluz.iet.pro.br/vivendodeluz.htm), seguindo o processo dos 21 dias de Jasmuheen, o qual resultará em uma forma mais saudável de viver.
    Eu já experimentei por 3dias, e percebi que tudo está relacionado ao seu estado de espirito, e por isso funciona. Porem a maior desvantagem e a qual me fez desistir de continuar com essa experiência, foi a convivência social que desenvolvemos, ou seja eu fiquei cansado de recusar comida, enquanto os outros comiam eu ficava batendo papo, etc e eles não compreendiam, mesmo minha mãe eu tinha que dar outras desculpas para não jantar, ou tomar café pela manhã, etc. Resumindo para você viver de Luz, terá que mudar o mundo em que vive ou ir viver em um outro mundo especifico e muito restrito.

    Abraços

    Bruno José Patrussi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Princípio de Viver de Luz não se enquadra, pois também fornece uma fonte externa de energia, o sol.

      Excluir
  3. Bruno,

    Durante a discussão, o caso desse indiano foi lembrando. Eu pessoalmente acho muito complicado esse processo de geração autônoma de energia.

    Abs.

    ResponderExcluir