domingo, 3 de julho de 2011

Uma história distante

Esta é uma daquelas histórias que você acha melhor não contar. Aquele tipo de história que começa a escrever e apaga o texto por várias vezes. Simplesmente porque não sabe como contar ou acredita que a história é tão sem sentido que não vale contar. Mas penso que quanto você gosta de contar histórias, não importa se a história é boa ou não. Você tem que escrever e deixar para as pessoas que lêem decidirem se a história é boa ou ruim.

Viajei há um tempo atrás para um local muito distante, chegando lá, me hospedei em uma chácara onde fui bem recebido. Absolutamente nada contra a hospitalidade das pessoas. No entanto, achei a atmosfera do lugar um tanto quanto triste. Três pessoas idosas, irmãos, morando ali naquele local. A casa meio escura... Não parecia ter luz. Não se trata de luz elétrica, mas uma luz que vem de dentro algo assim... Eu realmente não sei explicar... Só sei que fiquei inconformado e senti minha alma se entristecer, por que não consegui entender.

Nunca foram casados. Duas mulheres e um homem. Achei estranho as mulheres estarem usando alianças. Não tive coragem de perguntar a elas diretamente, mas depois fiquei sabendo que as alianças pertenciam aos já falecidos pais. Achei aquilo muito mórbido demais... Ai que a minha tristeza interior ficou maior ainda...

Tentei entender, o que a vida fez com eles, depois acabei por entender que aquilo na verdade era o resultado do que eles mesmos fizeram e continuaram fazendo com as vidas deles até que suas vidas se acabem!

Pensei que o problema poderia ser financeiro, mas conversando com a sobrinha deles, absolutamente não! Pensei: De que adiante dinheiro se você não sabe usar?! Guarde... mas saiba fazer uso.

Uma família grande com uma história tão grande que se eu fosse escrevê-la, certamente daria um livro gostoso de ler e teria histórias de superações muito bonitas.  Contando em uma linha simples... Uma família grande que vai para um local ermo acreditando que lá vão ficar ricos. Descobrem que nada vai dar certo e começam as tristezas. Os que tiveram coragem saíram e se superam e os que não conseguiram, ficaram por lá.

Não sei se eles são resultados do que não deu certo ou resultado do que deu certo como propósito inicial... Ganhar dinheiro. Nem sei se isso aconteceu.

Conversei com um deles, o porquê não saía de casa, ouvi a seguinte frase: “Ahhh não... eu tenho tontura... Eu fico tonto não tenho coragem de ir longe”.

Não sei... Posso estar completamente errado e eles se sentem felizes. O que do meu ponto de vista não são mesmo. Só consegui ouvir histórias tristes e percebi que eles se perdem no tempo, começaram a contar uma história que envolvia a morte de uma pessoa de maneira tão detalhada e dolorida que pensei que o faço havia ocorrido recentemente, foi quando perguntei quando havia ocorrido. Ouvi que haviam passados cinco anos da história... Fala Sério!?! Cortei a conversa na hora e depois não quis mais ouvir nenhuma história e passei a correr quando começavam os “causos”... Só tristeza!

Eu fiquei indignado que gostaria de deixar o seguinte...
Não faço isso com você! Não!!!
Se você tem uma família grande ou nem tão grande assim... Vai atrás!
Se eles vem até você... Deixe eles se achegarem.
Se você acha que esta tudo longe e não tem ninguém por perto, faça uso da tecnologia para se aproximar deles!
Tente manter seus amigos...
Faça parte de uma igreja...
De um grupo de dança...
De um grupo de ajuda...
Faça algo de bom a si mesmo e aos outros! Mas não fique sozinho!
A menos que seja uma opção da qual você vai realmente ser feliz!
Não estou falando só de amor, de namorado, de marido, de alguém, mas de fraternidade. De amigos... De companhia... De Irmão!
Não fique sozinho... De oportunidades as pessoas, a você mesmo e aos que querem estar perto de você!

Se acha que tudo isso é besteira... Beba um pequeno gole da Água da Vida e nunca mais, nunca mais... Vai ficar sozinho!
Pronto!

Gostaria muito que você deixasse seu comentário...

Muito Obrigado por ler Meu Blog!
Até meu próximo texto.

2 comentários:

  1. Meu fala sério isso ta parecencendo aquelas histórias no estilo daquele filme de terror chamado amityville!
    Ainda bem que vc é uma pessoal muita positiva e com ótimo astral, pq um lugar desse com tanta enrgia negativa pode detonar uma pessoa.

    Divulgue esse lugar pra galera riscar da lista. hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Adalba, nada ocorre por acaso, você é um cara super positivo e gosta de ajudar as pessoas, ou seja se conheceu esse local foi por um ótimo motivo, agora reflita internamente e descubra dentro de você, como ajudar aqueles que não conseguem mais enxegar, por estarem tanto tempo na escuridão, e como se transformar em um ponto de luz, sem ofuscar ou assustar.
    Caso você tenha a oportunidade ou crie ela, volte a esse lugar e coloque um pouquinho da sua luz nele, e tanto essas pessoas quanto você se sentirão muito melhores.

    Aguardo seus comentários no meu e-mail.

    Abraço
    bruno

    ResponderExcluir