sábado, 11 de junho de 2011

Encontrando o Seu Par

Eu recebi este e-mail da Sandra, minha professora da academia a mais de... hmmm alguns anos... Isso!! Alguns anos ficou perfeito! (tenho certeza que quando ela ler isso... pode ver os comentários dela abaixo..rsss).

Bom, voltando! Achei tão legal o texto que decidi colocar aqui no meu blog!
Infelizmente não tenho o nome do autor, mas gostei muito.
Leia... você vai curtir!

Encontre o Seu Par

Até no dicionário a palavra “namorar” é rica em significado e entremeada de romance: “desejar ardentemente; inspirar amor; fitar (alguma coisa) de maneira insistente; atrair; procurar conquistar; cativar”, etc. (Novo Dicionário Aurélio, 1980, Editora Nova Fronteira).

Namorar como um meio de descobrir e encontrar o parceiro é coisa nova na história da humanidade. Antes os casamentos eram arranjados. O namoro era feito na casa da moça. Depois, passou para encontros públicos, convite para sair juntos e para jantar. Hoje o processo é mais complexo e vai mudando com o tempo.

Não existe uma fórmula única para o encontro de duas pessoas. Essa atração é apenas uma “cola temporária” para avaliar a pessoa com quem estamos. Deve ser o tipo de pessoa para quem se possa olhar e agradecer pelo(a) namorado(a) que tem, e não se queixar dizendo: “Olha só, o que caiu na rede.”

Existem amigos, rapazes e moças, que sonharam ser namorados, mas a luz nunca passou do amarelo para o verde para que o namoro começasse. Ficaram detidos no caminho por causa de pequenas diferenças que podiam ser superadas. É o grupo dos “mais que amigos e menos que namorados”. “Ah! Teria funcionado se não tivéssemos sido amigos antes, se fôssemos mais jovens, se morássemos mais perto, se ele não fosse tão liberal ou tão conservador, ou fosse mais cuidadoso na observância do sábado.”

Ao recomendar uma esposa para o filho Isaque, Abraão disse para seu servo: “Não me traga uma moça que acredita em coisas diferentes das que acreditamos.” Quer dizer, há lugares certos nos quais procurar uma pessoa para formar um par para o resto da vida. Essa é uma história simples, mas mostra como a orientação divina operou na vida de dois jovens quando o importante assunto do casamento estava em pauta.

O ideal é que você possa andar com o seu/sua namorado(a) na mesma direção; do contrário, você estará se arriscando. Se quando namora alguém com mesmos princípios que os teus, você certamente enfrentará problemas, imagine se você se relacionar com alguém que não conhece com princípos diferentes!

Se você ainda não tem um(a) namorado(a), desejo que encontre uma pessoa muito especial que venha agregar alegria à tua felicidade, porém, se você já tem um(a) parceiro(a), tomara vocês sejam muito felizes!

FELIZ DIA DOS NAMORADOS!


Fique a vontade para comentar...

Obrigado por ler Meu Blog!
Até meu próximo texto!

2 comentários:

  1. E aí Adalba, tá me tirando? Achou que eu iria estressar pq escreveu que sou tua professora há alguns anos?
    Relaxa amigo, achei até que tu usou de eufemismo. O certo seria dizer: "HÁ MUITOS ANOS".
    Esse texto recebi de um amigo evangélico, gostei muito da mensagem, e como não tinha autor nenhum, resolvi tirar o excesso de conotação religiosa persuasiva (tu sabe como eu sou, né?)e transforma-lo apenas no texto que quer transmitir uma mensagem lega para o dia dos namorados.
    Acredito, independete de crença, que o "homem" nasceu para viver em sociedade, e esta começa na família que por sua vez é constituída fundamentalmente por um casal.
    Se este casal se afina legal, tudo é lindo e quando aparecem os problemas, o sofrimento é menor pois existe amor e apoio mútuo.
    UM FELIZ DIA DOS NAMORADOS!

    ResponderExcluir
  2. Adalba, ótimo texto, mesmo nos dias atuais onde é possível encontrar um grande amor através da Internet, os princípios familiares que harmonizam o casal continuam sendo um dos pontos fundamentais em uma união duradoura e cheia de amor. Como dizem os pscicólogos, a paixão é o maior erro que pode ocorrer entre duas pessoas, pois ambas deixam de enchegar o mundo real, em compensação o Amor é a perfeição, pois ambos enchegam e compreendem um ao outro.

    Um grande abraço e muito amor para todos.

    Bruno

    ResponderExcluir