sábado, 20 de novembro de 2010

Curso de MBA Profissional por EAD

No meu texto anterior escrevi sobre O preconceito em relação a EAD (Educação a Distância)...
Hoje li um twitter da revista Você S/A que me motivou a pesquisar sobre MBA por EAD.

Pesquisando sobre EAD achei o blog da ESAB - Escola Superior Aberta do Brasil - Pós-graduação a distância - e-learning. No rodapé do blog você pode ler: Este blog é pra você que pensa no futuro, sem deixar de viver o presente.
Encontrei no mesmo blog um video muito interessante sobre empreendendorismo...




No site oficial da ESAB contém todas as informações para que você comece a fazer seu curso de MBA ou pós-graduação imediatamente. É só escolhe o curso, paga pelo Cartão de Crédito e pode começar imediatamente. Uma vez que você fez a escolha do curso, ele mostra todas as informações sobre o curso.
Como as provas são presenciais, você deve se deslocar ao pólo de aplicação das provas.
Eu selecionei o seguinte curso MBA Profissional:

Curso:  MBA PROFISSIONAL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
Áreas:  Informática.
Nível:  MBA Profissional.

Objetivo:
Aprofundar os conhecimentos e fornecer aos profissionais desta área os elementos teóricos e técnicos que permitam o desenvolvimento de habilidades e competências nessa área de atuação, para a aplicação no cotidiano das organizações aonde atuam.

Público-alvo:
Graduados nas áreas de informática, bacharéis em ciências da computação, engenharia da computação, engenharia eletrônica e engenharia de telecomunicações. Profissionais de outras áreas tecnológicas e demais interessados em se aprofundar nessa área do conhecimento.

Duração (estimada): 9 meses.
Carga horária: 360 horas.
Pré-requisito: Curso Superior completo.

Estrutura Curricular:
1.Fundamentos de Sistemas de Informação
2.Engenharia de Software
3.Banco de Dados
4.Gerência de Projetos
5.Metodologia de Análise de Sistemas
6.Projeto de Redes
7.Segurança de Redes
8.Sistemas Operacionais
9.Tópicos Avançados de Engenharia de Software

Avaliação:
Para cada módulo haverá uma avaliação on-line.

Investimento:
R$ 2.800,00 ou em até 1 + 19 parcelas de R$ 140,00 (em 20/nov/2010)

Meios para o Pagamento:
O Pagamento pode ser efetuado através de:  Boleto Bancário Eletrônico: Bradesco,  Transferência Bancária (Doc Eletrônico),  Depósito Bancário, Cartão de Crédito Visa ou Cartão de Crédito MasterCard

Certificado:
Os certificados serão emitidos pela ESAB - Escola Superior Aberta do Brasil, com validade nacional.

Talvez você esta se perguntando: O que esse cara esta querendo com esta coisa de EAD?!!
Bom... Estou tentando mostrar para você que tempo e dinheiro são coisas raras.
Mas você tem a opção de otimizar seu tempo... Fazendo o curso em casa.
E economizar dinheiro... Pagando muito menos. Não acha?
Agora se você tem condições de fazer presencial não tenha dúvida... Faça presencial Sim.

Sinta-se a vontade para me enviar seu comentário.
Um grande abraço e até meu próximo texto...

domingo, 14 de novembro de 2010

O preconceito em relação a EAD (Educação a Distância)

Eu trabalho em um time que atende a clientes fora do Brasil. Esse tipo de trabalho que é conhecido como OffShore.

O que é OffShore?
Quando a empresa consegue vislumbrar um vantagem financeira em executar uma atividade fora do pais de origem, transfere a atividade para ser executada fora das suas fronteiras, dai o nome offshore. Eu encontrei uma definição mais clara sobre este tipo de atividade, no site do Portal Tributário. Se tiver paciência vai encontrar mais informações sobre como funciona as OffShore Companys.

Eu escrevi tudo isso para exemplificar que: Se conseguimos com o uso de tecnologias trabalhar para empresas tão distantes, certamente que podemos, com um pouco de disciplina, fazer um curso de EAD.

EAD é uma modalidade de aprendizagem que ganhou força com a internet. Sem o uso das tecnologias não é possível considerar um modalidade de ensino como Educação a Distância. Quando não tem recursos tecnológicos envolvidos, então temos no máximo um curso por correspondência.

Devido a esta confusão é que até hoje quando algumas pessoas falam que esta cursando por EAD, logo ouvem as seguintes perguntas: - Mas isso funciona mesmo?  Será que isso vale? Ahhh fazer curso por correspondência? É isso?

Existe um preconceito claro, ou para não ficar clichê (Esta eu colei de uma amiga...Rsss..), é uma confusão provocada na maioria das vezes pela desinformação. É muito claro isso!

Encontrei a seguinte definição para EAD: "Educação a Distância (EAD) é uma modalidade de aprendizagem em que a comunicação e os conhecimentos podem ocorrer com a participação de alunos e professores em locais e tempos distintos. É uma prática que permite um equilíbrio entre as necessidades e as habilidades individuais e de grupo, de forma virtual e presencial. Para que a conexão aconteça de maneira satisfatória, são necessárias tecnologias, na busca pela compreensão das necessidades de uma pedagogia que se desenvolve por meio de novas relações de ensino-aprendizagem, promovendo uma reflexão sobre a democratização do ensino, a gestão escolar e o papel de professores e de alunos."

EAD é uma modalidade de ensino regulamentada pelo MEC, as bases legais para a modalidade de educação a distância foram estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996), que foi regulamentada pelo Decreto n.º 5.622, publicado no D.O.U. de 20/12/05 (que revogou o Decreto n.º 2.494, de 10 de fevereiro de 1998, e o Decreto n.º 2.561, de 27 de abril de 1998) com normatização definida na Portaria Ministerial n.º 4.361, de 2004 (que revogou a Portaria Ministerial n.º 301, de 07 de abril de 1998).

Tudo bem... O parágrafo anterior esta mais parecido com petição de advogado, do que um texto com propósito de apresentar que EAD é válido pelo MEC. Resumindo é válido!

Hoje tem EAD para graduação e pós-graduação.
Algumas universidades que estão sempre na mídia, como a UNINOVE tem cursos mesclado, ou seja, presencial com EAD e alguns 100% EAD. Tem a Universidade Interativa COC que tem cursos de graduação a distância.

Existem algumas vantagens financeiras de se fazer um curso EAD.
Além do curso ser mais barato na maioria das vezes, você não tem custo de deslocamento constante. Entre outros custos que são muito simples de imagina. Não significa que não tem custo de deslocamento, mas é bem menor...

Conheço duas pessoas que estão fazendo EAD, uma esta fazendo graduação e outra esta fazendo pós-graduação. Tanto um curso como outro, o aluno é obrigado a se deslocar a um centro de interação ou até a instituição de ensino, onde tem que fazer a prova ou mesmo assistir a uma aula presencial.

Num país com a dimensão do nosso, Eu penso que  EAD deveria ser mais explorada. Você não acha?

sábado, 6 de novembro de 2010

King Gillette e o princípio da gratuidade

Fiz a leitura de uma matéria muito interessante sobre Negócios Grátis.

O nome do artigo era "Por que o futuro dos negócios é grátis", o autor é Chris Anderson, editor-chefe da Revista Wired e autor do best-seller "A Cauda Longa", apresenta a economia da gratuidade, a freeconomics”

Um artigo muito interessante e começa contanto a historia do criador da Gillete, isso mesmo a lâmina de barbear, o Senhor King Gillette.

Mais interessante ainda foi saber que aos 40 anos de idade, ele era considerado um inventor frustrado e nutria algumas atitudes anticapitalistas e trabalhava como vendedor de tampinha de garrafas.

A idéia de criar as lâminas de barbear nasceu de um conselho do seu chefe de fábrica. Disse o chefe da fábrica a ele: invente algo que as pessoas usem e joguem fora para que voltem a comprem novamente.

Um dia enquanto se barbeava com uma navalhar tão velha e gasta que não era possível se quer ser afiada novamente, surgiu a idéia. Depois de alguns anos de testes, nasceu o aparelho de barbear.

Em 1903, primeiro ano de venda do produto, conseguiu vender apenas 51 barbeadores e 168 lâminas. Porém o trabalho de marketing de King nas duas décadas seguintes foi determinante para o sucesso do produto. King Gillette procurou todos os meios de marketing disponível na época e uma delas foi mandar imprimir o próprio rosto na embalagem, a partir de então se tornou uma lenda, afinal passou a ser considerado por algumas pessoas como uma personagem fictícia.

Passou a vender o aparelho a preço baixo para que as pessoas pudessem distribuir o produto como brinde. Assim, o aparelho de barbear passou a ser brinde de tudo quanto é tipo de produtos dos mais variados possíveis.

A estratégia era vender o aparelho para o maior número de pessoas possíveis para depois vender as lâminas. Não precisamos nem falar se deu certo ou não a estratégia. Tanto que até hoje o maior concorrente da Gillette é a própria Gillette, pois antes que um produto seu entre em desuso ela sistematicamente lança um novo produto para concorrer com o produto antigo.

Ao ler o nome de King Gillette no artigo, minha primeira pergunta foi: O que este cara tem haver com este assunto? Negócios Grátis?

Ele foi um dos pioneiros na iniciativa de distribuição grátis, trazendo ao mercado o conceito que é possível ganhar dinheiro dando algo de graça. Hoje sua iniciativa e várias outras nuances deste mesmo princípio são exploradas no mundo virtual.

Existem vários termos que discutem o princípio da gratuidade: Freemium, Publicidade, Subsídios cruzados, Custo marginal zero, trocas e doações. Na verdade para nós é gratis: Usuários... Alguém paga.

Você esta lendo este Blog, tem Gmail, Orkut, Facebook e vários outros recursos que são utilizados na internet que tem por base o princípio da gratuidade.