segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Conhecendo a região...Poços de Caldas

Hoje fomos para Poços de Caldas. Partimos de Mococa as 08:30h, chegamos em Poços de Caldas as 10:00h. Estrada boa e tranquila, claro que nada comparado com uma Bandeirantes.
Todo o caminho é feito por estradas vicinais, pistas com mão duplas. O caminho feito foi: Mococa, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, Divinolândia e finalmente Poços de Caldas.

Veu das Noivas
Na entrada da cidade fomos para o primeiro ponto turístico na entrada da cidade "Veu das Noivas".
O local estava cheio de turista. Tem lojinhas de artesanato, um passeio de trenzinho que não recomendo... é muito simples.  Dá apenas uma volta pequena que não causa nenhuma emoção. Só vai valer apenas se você estiver com crianças.

Fontes dos Amores
Partimos para a fonte dos Amores. Infelizmente devido a estiagem do período a fonte esta muito seca, quase não tinha água. Ouvi de uma pessoa que estava por lá me dizer: "Uma penas! Da última vez que estive aqui estava cheia."

Recanto Japonês
Dali partimos para o Recanto Japonês. O lugar é muito bonito e tranqüilo. Tem um jardim daqueles que só japonês sabe fazer, muito bem cuidado. Uma casa de madeira no estilo japonês muito linda e bem cuidada. Escolhi mostra uma fonte de pedra que achei muito bem feita. É um lugar romântico. Alias a maioria dos locais tem como propósito manter um clima romântico.

Pedra Bolão
Saímos em direção a outro ponto turístico conhecido como Pedra Balão. É isso mesmo... Uma pedra grande com este formato que você pode ver na foto. O que tem nesse local: Passeio de cavalo ou de boi. E do alto da pedra você tem uma vista para o vale. Achei o lugar legal para tirar umas fotos diferente.

Cristo Redentor
No  mesmo caminho fomos para outro ponto mais alto, o mais alto da cidade: O Cristo Redentor.
Antes de qualquer contrariedade... Não estou falando da Cidade do Rio de Janeiro. Mas, já reparou que quase toda cidade do interior... tem uma estátua similar a essa? Uma replica do Cristo Redentor do Rio de Janeiro (Certo. Sidnei?!! rsss). E sempre é colocada no ponto mais alto da cidade? Então... Aqui não foi diferente. Do Cristo você tem uma visão de toda a cidade. Tem um teleférico que sai da parte baixa da cidade e sobe até o Cristo Redentor.  

Depois destes pontos fomos para o centro da cidade para almoçar. Muitas opções e vários tipos a escolher, barraca de lanches... várias. Self Services... resumindo você vai encontrar vários locais para comer bem e de acordo com seu bolso.

Tem vários pontos... Além desdes que mostrei, fomos conhecer o calendário de flores, um relógio que funciona também feito em meio as flores, uma estátua de soldado colorida, que achei muito bonita. Uma praça muito grande com um hotel bem no centro, além das thermas.

O passei foi muito legal e na volta para Mococa passamos em Águas da Prata, onde tomamos água mineral natural diretamente da fonte... uma água bem gostosa e leve.
Esta escrito em uma placa próximo a fonte: "Fonte Vilela: Buvet de Água Mineral considerada a mais radioativa das Americas indicada para o tratamento do sistema renal".
Na saída da cidade tem um garrafa bem grande da Água da Prata, aquela que compramos no mercado.

Voltamos por um caminho diferente para Mococa, onde pagamos três pedágios, mais a pista bem melhor. Chegamos as 18:30h.
Valeu o passeio! Se for lá tenho certeza que vai gostar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário